Ameaçados de terem seus direitos reduzidos, servidores participam na I Conferência da ARCA para unir forças pelo desenvolvimento nacional

A Live de abertura acontecerá no dia 22 de março e será transmitida ao vivo pela página de Facebook e canal de Youtube da ARCA. No total, serão realizados cerca de dez encontros até dezembro de 2021, com expectativa de que servidores públicos, dirigentes sindicais, lideranças partidárias, especialistas e sociedade civil discutam formas de enfrentar a mais grave crise dos últimos anos e apontar novos caminhos para o desenvolvimento sustentável.

Os servidores públicos e a sociedade civil estão em uma encruzilhada com a Reforma Administrativa e os rumos do desenvolvimento nacional. Sob equivocado argumento de que o funcionalismo público gera despesas excessivas e são ineficientes, o governo Bolsonaro quer votar em ritmo de rolo compressor a PEC 32/2020. Reagindo à desinformação sobre a pauta, à falta de debate mais profundo e mirando uma agenda política progressista para as próximas eleições, a Articulação Nacional das Carreiras para o Desenvolvimento Sustentável (ARCA) realizará um processo conferencial que, por meio de rodadas sucessivas de discussões participativas e deliberativas, abordará diversos temas e questões cruciais a um projeto de desenvolvimento sustentável para a sociedade brasileira. Ao final do ano, um documento redigido em várias mãos será oferecido publicamente como subsídio programático ao debate eleitoral de 2022.

A live de abertura ocorrerá na próxima segunda-feira, 22, às 19h, através da página de Facebook e canal de Youtube da ARCA, e o debate girará em torno dos Desafios do Desenvolvimento Sustentável para um Brasil Includente: livre, justo e solidário. A moderação da mesa será conduzida pela advogada indigenista, diretora jurídica do Instituto AmazoniAlerta e representante no Brasil do Indigenous Peoples Rights International, Carolina
Santana, contando com a presença do representante da ARCA e presidente da Afipea-Sindical, José Celso Cardoso Jr.

Para o debate estão convidados a advogada internacional de direitos humanos, membro da coalizão Uneafro Brasil, coordenadora do Núcleo de Violência Institucional da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP e conselheira da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), Sheila de Carvalho; e o ativista social, produtor cultural idealizador do podcast “Papo de Quebrada”, da websérie “Minha Quebrada” e realizador dos diálogos “PerifaTalks” no DF, Max Maciel. Participa do debate também o professor indígena, Eliel Benite, da etnia Guarani e Kaiowá, da reserva Te’yikue, município de Caarapó, no estado de Mato Grosso do Sul, membro da Associação de Realizadores Indígenas que reúne cineastas Terena, Quéchua e Guarani (ASCURI), e a primeira mulher indígena a trabalhar em uma Secretaria de Estado de Educação, em Mina Gerais, onde se engajou na luta pela defesa de línguas indígenas ameaçadas, mestre em desenvolvimento sustentável pelo MESPT/UnB, Célia XaKriabá.

 

A abertura da Conferência coincide a semana que se celebra o Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial (21 de março). Mas não há muito o que comemorar. Segundo José Celso Cardoso Jr, da Afipea-Sindical, “o encontro é para discutir uma agenda política dura, intensa e bastante ampla e que diz respeito aos direitos negligenciados,  chamando atenção para o desmonte do Estado brasileiro. O objetivo é unir forças”.

 

A Reforma administrativa e seus impactos sociais ou econômicos, dimensões fundamentais para qualquer mudança no desenho da Gestão Pública, são básicos na pauta de reivindicações. “O Estado de bem estar social, apesar de estar na Constituição, é negado diariamente”, diz José Celso Cardoso Jr, dando o tom do encontro. Muitas políticas públicas adotadas recentemente pouco têm a ver com a garantia de direitos sociais ou a melhoria dos serviços públicos ou ainda com o aumento da eficiência na gestão e é sobre isso que a ARCA se propõe refletir na I Conferência ARCA: o Brasil pode mais, pelo olhar de técnicos, estudiosos e de quem é afetado diretamente. Também são levados em conta um rol heterogêneo e representativo de debatedores.

 

Acompanhe a programação completa pelo site: www.arcadesenvolvimento.org/

 

Sobre a ARCA
A Articulação Nacional das Carreiras para o Desenvolvimento Sustentável (ARCA) surgiu em 2016, no contexto de descontinuidade institucional na Administração Pública Federal, que  trouxe o desafio de união das carreiras públicas para a defesa da plena realização do Estado Democrático de Direito.
Atualmente congrega diversas associações e sindicatos, que juntos representam mais de  20.000 mil servidores públicos, constituindo um importante canal de discussão com a sociedade e de construção de ideias que possam indicar a viabilidade de um Brasil livre, justo e solidário.

Serviço:
Abertura da I Conferência ARCA: Brasil pode mais
Data: 22 de março de 2021
Horário: 19h às 21h
Local: transmitida ao vivo pela página de Facebook e canal de Youtube da ARCA.
Mais informações:
Letícia Campos
comunicacao@arcadesenvolvimento.org | Whatsapp: +351 913681325
José Celso Cardoso Jr – ARCA: 61 99860480
Facebook: arca.desenvolvimento
Youtube: https://cutt.ly/zz1GwUS